segunda-feira, 13 de abril de 2015

Férias de Janeiro de 2015, parte 1.

E enfim chegou as nossas tão esperadas férias de 2015 .....
Reservei um hotel na Ilha Comprida e partimos , não conhecia a Ilha , a expectativa era grande em chegar logo no lugar e curtir cada segundo debaixo do sol escaldante de janeiro , o mar , a brisa , enfim ...
Deveríamos fazer o check in no hotel , no domingo dia 11/01/15 , mais meu marido Sr. Marcos , com sua paciência de pescador na ânsia de se jogar logo nas suas ferias  , resolveu antecipar nossa viagem em 1 dia , sábado a tarde partimos sem ao menos termos onde passar aquela noite .
Nossa barraquinha Iglu 4 pessoas no porta malas do carro, pois pretendíamos passar 2 dias em algum Camping em Cananeia .
Chegamos na Ilha por volta das 18:00 horas , arrumamos um pousadinha para pernoitar e fomos para a praia ....as crianças não se cabiam em si , e nós doidos para colocarmos o pé na areia e sentir a brisa do mar no rosto e a sensação de estarmos livres , livres de tantos problemas e de tanto trabalho que nos assombraram em 2014 .
Depois de devidamente instalados e banhados, a fominha bateu e fomos andar na cidade conhecer o lugar e fazer uma boquinha .... Afinal nossa tão sonhada e esperada férias estava só começando.
Doce ilusão a minha, esperando parados para entrar numa rua , fomos literalmente atropelados por uma moto que surgiu do nada e em alta velocidade , acabando com a frente do nosso carro, naquele momento vi minhas ferias indo por água abaixo , por que toda aquela empolgação acabou ali naquele minuto , algumas horas depois de chegarmos a Ilha Comprida , graças a inconsequência de terceiros .
O carro todo amassado , o motoqueiro que estava errado todo lascado e ainda querendo que arcássemos com o seu prejuízo , Marido, o paciente pescador prestes a infartar, as crianças em panico chorando , e eu tendo que ter toda a calma do mundo para tentar contornar a situação.
Motoqueiro sem documentos , moto sem placa , enfim tudo super certo.
Socorremos o motoqueiro , que graças a Deus só tinha machucado o pé.
Voltamos para a tal pousada já tarde da noite , frustrados por tudo aquilo eu com medo achando que o tal motoqueiro pudesse vir atras da gente na tal Ilha , pois não seria difícil achar uma família num carro amassado ,  totalmente em panico decidi que nossas ferias acabara ali , sem ao menos ter começado.
E na manhã do dia seguinte 11/01/15 , domingo dia que deveríamos estar chegando , Partimos de volta para São Paulo.
Com sensação de derrota, mais como cremos que o melhor sempre está por vir,no meio do caminho na BR 116,  segundo sr.Marcos tem uma saída que nos levaria a Peruíbe.
Com esta história de Camping em uma de minhas pesquisas tinha visto um lugar chamado Barra do Una em Peruíbe ,e que gostaria de conhecer,  então mudamos nosso destino e fomos De Barraca, Iglu 04 pessoas, para está tal Barra do Una.
Mais isto é história para um outro post.
PS:Não tiramos nem uma foto sequer na Ilha Comprida.... Não deu tempo.
Mais com tudo aprendemos uma lição, Que não adianta fazer planos,  quando a vida tem outros planos para a gente.




Forte abraço

Aline



3 comentários:

  1. Oi Aline!
    Ai... que chato! Poxa... vocês tão animados com as férias...
    Bem... estou curiosa para ler a parte parte 2. Vou lá!
    Abraços fraternos,
    Marcelle

    ResponderExcluir
  2. Marcelle , como vc mesmo disse no outro comentario , coisas ruins acontecem para que coisas boas possam acontecer.
    E eu creio que nada é por acaso ..... vai saber o que de pior poderia acontecer neste lugar .....
    Super beijo e esta historia ainda nao acabou .....
    Tem a parte 3 .

    Aline

    ResponderExcluir
  3. Olá pessoal!

    Sejam bem vindos ao mundo dos blogs campistas, estamos curtindo muito sua narrativa e nos identificando também, afinal, somos muito assim, fazemos planos de viagem e por algum motivo raramente o cumprimos, na maioria das vezes vamos a lugares que não estavam planejados.

    Abraços,

    Família Malas Prontas.
    http://campingmalasprontas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Ferias Janeiro 2016- Parte II Ubatuba

Passamos 03 dias em Trindade , o lugar é maravilhoso , a Vibe é incrível , mais o Camping deixou muito a desejar . Então em comum acord...