segunda-feira, 13 de julho de 2015

Acampamento de Páscoa .

E desde nossa Última acampada, no Camping Paineras , se passaram apenas 5 dias , nunca foi tão rápido entre uma acampada e outra .
Tanto é que a maioria das tralhas ficaram está semana no carro.... mais apesar do pouco tempo nossa ansiedade é a mesma da primeira acampada.
Partimos rumo a Peruíbe , na manhã da sexta feira Santa , apesar de ser inicio de feriado a estrada não estava cheia , e nossa viagem transcorreu tranquila.
O tempo não estava para praia , pelo contrario muitas nuvens  carregadas , mais nossa animação  com certeza ia muito alem da previsão do tempo.
Paramos em um  mercado bem próximo da estrada que nos levaria ao nosso paraíso, devidamente abastecidos , nos jogamos com toda nossa vontade de armar nossa barraca e esquecer o mundo , separados por alguns kilometros , de outra dimensão.





Chegamos ao Tia Lola , na minha opinião apesar de rustico é o melhor camping da região , pela recepção e acolhimento dos donos e funcionários.
mais uma vez fomos recebidos com grande carinho , pela Eliete que a está altura do campeonato já é nossa amiga.
Montamos nosso acampamento no melhor lugar do campig , bem próximo a lanchonete o tempo lá na Barra do Una estava aberto, o sol não era tão quente quanto nas acampadas de janeiro , mais isso não importa , o que importa é que ele estava lá.
Tralhas devidamente montadas , bora aproveitar o feriadinho que estava apenas começando .



Fomos para a praia com as crianças , o dia estava lindo , mais ventava muito e o negocio foi ficar sentados na areia admirando aquela beleza e paz que só a Barra do Una nos proporciona.




ficamos umas boas horinhas ali papeando , curtindo a praia que era só nossa , as crianças brincaram muito , mais nada de banho de mar ....por que estávamos no outono e as correntes marítimas com certeza estavam vindo do polo sul de tão gelada.
Voltamos para nossa casinha , O paciente Pescador , mais conhecido por Marcos, já agitou um churrasquinho que não pode faltar em nossas acampadas , e mais uma vez ficamos ali curtindo o sossego do lugar .


Brinquedo Novo.

As crianças já se enturmaram com outras poucas crianças que estavam no camping , nos fomos papear aqui e ali, para passar o tempo.
A noite chegou , e com ela uma Lua cheia que nunca vi igual na minha vida , a natureza ali na Barra é intensa .




Fomos para a praia apreciar esta maravilha , as crianças correndo na praia , livres , soltas e nos apreciando e agradecendo a Deus por estarmos ali.
A noite foi de um sono reparador , o sábado amanheceu lindo , iluminado pelo nosso amigo Sol , Marcos como em toda acampada acorda super cedo e vem me acordar com uma canequinha de café , que eu adoro.
Andamos pelo camping , conhecemos alguns campistas que estavam ali pela primeira vez , trocamos experiencias.
Naquela manhã fomos presenteados com uma família de Tucanos, que deram  o ar da graça nas arvores próximas ao camping, não consegui registrar a imagem , mais elas ficaram em nossa memoria com certeza.
Crianças acordaram , e depois de um cafe da manhã , fomos curtir a praia.





Papai foi com a Giovanna para as pedras para se aventurar em uma pescaria , e eu fiquei com o Gordinho , olhando o mar e brincando na areia .
Subindo as Pedras tem uma trilha que  leva a outra praia Caramboré, nesta eu nunca fui por causa do acesso, mais a Giovanna e o Marcos se embrearam na mata e foram pescar nesta tal praia , disseram que é linda.
Depois de um tempo os dois voltaram , e fomos para o camping para almoçarmos , mais uma vez um churrasquinho, crianças brincando e nós aproveitando mais aquela acampada.
A tarde, Marcão foi dar uma cochilada , Gigi, foi brincar com uma amiguinha e eu e o Rico fomos andar na praia , subir nas pedras até onde as pequenas pernas do Rico alcançaram e tirar muitas fotos.
A noite chegou , com ela mais uma vez aquela lua incrível , crianças vencidas pelo cansaço foram dormir , e eu e o marido ficamos de bobeira no bar do camping conversando e rindo até altas horas com as historias da Eliete.
O silencio e a paz daquele lugar é uma coisa que não tem como explicar , tem que sentir .
Já era  madrugada e fomos andar na praia com o pessoal do camping , trocando experiencias , rindo das piadas e apreciando a noite a lua o mar, fomos ate as pedras , naquela madrugada de sábado para domingo a sensação de liberdade e paz tomou conta de nós.





O Domingo amanheceu simplesmente lindo , vimos o nascer do sol na praia depois de poucas horinhas de sono , na manha de domingo resolvi que chegara a hora de euzinha me aventurar nas pedras e na trilha e ir ate a segunda praia, me muni de toda coragem que eu não tenho e comecei a subir encosta acima, existem 2 coisas nesta vida que me apavoram "um pouco" , altura e água, e elas estavam ali , entrei em panico e simplesmente travei em meio a trilha , pra um lado penhasco com o mar la embaixo quebrando nas pedras , do outro lado um costão de pedras enfim, apavorada eu tive que mais uma vez tirar coragem sei lá de onde para voltar. 
Voltamos para o camping e naquela mesma manha de domingo , um pouco fria por ser manhã de outono , ajeitamos nossas tralhas e voltamos para São Paulo , desta vez sem destino certo para a próxima acampada.
Mais voltamos mais uma vez , revigorados , energias renovadas e sempre agradecidos ao Criador , pela beleza do lugar e pela oportunidade de curtimos estes 3 dias incríveis ali , voltamos para nossa rotina do dia a dia com a certeza de que a vida no camping é o que queremos pra nós.



                                                                  Nascer do Sol na Praia



Levamos nas nossas tralhas o essencial para os poucos dias que vamos passar em cada destino, e voltamos de cada acampada com o prescindível  para ser feliz.
E se alguém perguntar por nós?


Aline Raja

Um comentário:

Ferias Janeiro 2016- Parte II Ubatuba

Passamos 03 dias em Trindade , o lugar é maravilhoso , a Vibe é incrível , mais o Camping deixou muito a desejar . Então em comum acord...